…E assim pousa Abril…

No aconchego primaveril

Num voo de liberdade

Esvoaça o pensamento

E assim pousa Abril,

Adocicando a vontade

De ver os dias a crescer

E escutando na quietude do olhar

O silêncio das palavras

Que se prendem nos poemas

Desfolhados ao luar.

Com Amor

z-ojmgg99na-suhyeon-choi.jpg

 

Ofereço-te espaço no meu espaço
Dedico-te tempo do meu tempo
Oiço-te no silêncio do meu silêncio
Sinto-te abraçado no meu abraço
Vejo-te no olhar do meu olhar
Toco-te como quem te sabe amar
Mostro-te quem e como sou
Levo-te comigo para onde vou
Juntam-se duas vidas pela vida
Em tanto que há para viver
Entrelaçamos sonhos
Num voo solto até à despedida
Em tanto que há para fazer
Entrego-te o melhor de mim
Entrego-me assim…