Este meu jeito…

girl-2158726_1920

Persegue-me este meu jeito
Que se esconde e se mostra
Sorri sem preconceito
Respeitando este meu modo de ser
Imperfeito mais que perfeito
Que segue sempre comigo
Inteiro,
Desde o amanhecer até ao entardecer.
E no espaço que sobra em mim
Escuto e escrevo silêncios
Que me saem do peito
E assim toco na vida
Inspiro a felicidade para dentro de mim
Vestida com este meu jeito…

Dizem que…

heart-shape-1714807_1280

Dizem que …
Amanhã é longe demais
A escolha do caminho
Por onde vais
É o cruzamento entre o presente
Que se vê, vive e sente
E um tempo ainda ausente
Que se diz ser importante
Embora distante
Dos pensamentos reais.
Dizem que ….
O futuro é um tempo inseguro
Talvez prematuro,
Difícil de alcançar
Que só no hoje devemos pensar!
Dizem que …
Hoje vai de norte a sul
E que o coração aprende a viver
Onde mais gosta de se ver,
É como um presente
Que ao acaso rasgamos para ter.
Dizem que…
O hoje se encontra perto
Acolhe os sentimentos no momento certo.
Dizem que…

 

De dentro de mim…

noah-buscher-976381-unsplash

Solta-se de dentro de mim
A aurora que desperta o dia
Que desamarra os segredos
Guardados pela pele
Enquanto dormia.
O rosto pousa silenciosamente
O olhar no espelho
E sacode o retrato
Ainda um pouco desarrumado,
Vestindo apressadamente o tato
Para compor a figura
Não querendo mostrar amargura.
Solta-se de dentro de mim
Um pouco de ingenuidade
Um sorriso que toa a verdade
E a voz, até então guardada
Respira enchendo-se de vaidade.
Solta-se de dentro de mim
Um esvaziar de palavras
Que se entregam ao dia,
E assim, vivo…

Somos olhares…

stengel-4304632_1280

Só quando me vejo nos teus olhos
Sinto a pacatez do tempo
Imagino as horas rendilhadas,
O largar dos fios
Que outrora as mantiveram apressadas
Encontro agora no nosso olhar
O vagar com que tecemos o tempo
O entrelaçar das nossas mãos
No retrato que une todas as pontas
Costuradas entre os dias
Em que os corpos vão envelhecendo,
Sem deixar o tempo suspender
O abrigo que acolhe a arte de viver
Somos olhares …

De mim … para mim

girl-3394947_960_720

Esqueci-me de mim
Estou à deriva
Sou empurrada pelo coração
Que bate para não ficar órfão
Não quer ser levado pela maré
Nem deixar o meu corpo afogar
Entre as margens
Sem rumo,
Sente medo de ter que aprender
A viver dentro de outro ser.
Não me deixa partir
Segura-me entre as suas veias
Até a minha pele voltar a acordar
E eu,
De mim me lembrar …

O pisar do chão

sundress-336590_960_720

Descalça,
Sinto os meus próprios passos
Entranhando na terra
Percorrendo as raízes
Que se desprendem
E se agarraram à liberdade
De escolher o caminho
O pisar do chão
Que molda a orientação
Sem ter medo de seguir
De colher o que está para vir.
Descalça,
Neste rasgar de tempo
Que o corpo aprende a lavrar
Sem deixar que as feridas
O deixem abrandar…

 

Guardo-te em mim

letters-566562_960_720

Albergo no meu olhar a promessa, a vontade de manter no espaço da minha existência, uma porta sempre aberta para que o nosso sorriso continue a encontrar-se e o meu coração ficará entreaberto para guardar o aroma da tua voz e acolher os beijos que os nossos lábios abraçam quando se sentem sós.
Na imensidão deste labirinto, onde o pensamento por vezes se afunda, imerge o retrato da profundidade de um corpo que navega certo de querer ancorar no lugar onde o horizonte se cruza com o mar e onde os nossos mundos se possam entrelaçar.
Cabe agora em mim, não só o amor que me faz amar, mas também a liberdade para gastar as palavras com este sentir…é para ti que escrevo.
Albergo no meu olhar a promessa de ser porto de abrigo…
Guardo-te em mim.

…Talvez se viva assim…

 

valentine-3996439_960_720

Perdi sonhos
Encontrei caminhos
Escolhi sentidos
Destinos descomprometidos
Que me levaram a fazer amigos
Inventei lugares
Entre fases de luares
Chorei mágoas
Vivi difíceis despedidas
Costurei feridas
Plantei flores
Alimentei amores
Recomecei sempre que errei
Escrevi palavras que criei
Tremo a cada respirar
Amadureço por tanto te amar
Empresta-me um pouco de ti
Guardarei no melhor de mim
…Talvez a vida se viva assim…

Descobrir

dmitry-bayer-744523-unsplash

 

 

Pouso o silêncio
Calam-se as palavras
Ouço o eco profundo
Que transporta o pensamento
E agita o corpo como o vento
No desnudar da minha pele
Surge um grito de chamamento
Um apelo a descobrir
O rasgar que vem de dentro
O que o olhar não consegue ver
Apenas a alma no seu entender
Dá a conhecer,
Serei eu capaz de te mostrar?

Poetas

mirna-rivalta-1298919-unsplash

 

 

Aprendi a falar com as palavras
A enamorar-lhes o sabor
A escutar a leveza
O traço de delicadeza
Do manto que descobre
Os segredos dos poetas
Quando despem a alma
E aconchegam os sentidos
No corpo de um poema
Onde as palavras
São sussurros de amor…