Pelas ruas da cidade…

portugal-2423629_960_720

Pelas ruas desta cidade
Em passo incerto
Ajusto o meu olhar
À nudez
Dos olhares que se cruzam
Sem se ver
Tamanha é a fluidez
Dos passos
Que os levam a correr.

Pelas ruas desta cidade
Ecoa o silêncio
De palavras inacabadas
Conversas apressadas
Rostos mudos
Com sorrisos sisudos
Em estado de viuvez
Estando o dia a nascer
Já se sente a falecer.

As ruas desta cidade
São tecidas de multidão
Empurradas pela solidão
Em estilhaços de ruído
Sem conteúdo
Levadas ao acaso
Pela escassez do tempo
Que se agarra à liberdade
Das ruas desta cidade.

Um dia na cidade

porto-ribeira-1

Entre as histórias da história
Descreve-se uma terra
Envolta de uma muralha
Ano após ano em batalha
Em guerra contra o cerco
Que ameaçava retirar o berço
A um povo destemido e bravio.

Abrem-se as portas da cidade
Vamos descer a calçada
Passar nos becos e nas ruelas
Ouvir as vizinhas junto às janelas
Do velho e colorido casario
Mais parece uma tela de aguarela
Que se estende até ao rio.

É hora de repousar o olhar
Entretanto perdido pela cumplicidade
Pelo apego às origens desta cidade
Que acolhe e recebe com simplicidade.

Vamos acostar e saborear
Um porto à beira mar
Retratar o momento
Para mais tarde relembrar!