Dar sentido aos Sentidos

Gosto de te ver

De olhar no teu olhar sarado

Despreocupado,

Sentir as tuas mãos livres

O teu abraço apertado

Aconchegado,

Ouvir em silêncio as tuas palavras

O teu discurso letrado

Enfeitiçado,

Mergulhar no odor da tua pele

No veludo acastanhado

Perfumado,

Trocar os meus beijos pelos teus beijos

Esse sabor frutado

Apaixonado,

Gosto de dar sentido aos sentidos…

Um mar de Paixão

Ouvi os queixumes do mar

Entristecido,

Já se tinha lamentado à lua

Desabafava sobre a terra

Que por vezes amua

Flutua como as marés

Desorientada

Com o olhar longe,

Desgostoso

O mar encobre-se no nevoeiro

Saudoso de lhe salgar a pele

Navegar no horizonte do seu corpo

Espalhar na brisa o que guarda no coração

Sente pela terra um mar de paixão.

Borboletas

Fecho os olhos no teu olhar

Estendo as minhas mãos aos teus gestos

Sinto a luz do dia penetrar

Entre os corpos que se querem juntar

Como se fossem borboletas a bailar.

Neste voo,

Ouve-se um silêncio a sussurrar

O amor que paira no ar

Entre a vontade de pousar

E de asas agasalhar…

…Com um sorriso…

Porque sinto a tua falta

A dor não deixa de doer

O meu olhar entristece por não te ver

E o coração empobrece por não te ter.


Porque é difícil aceitar a perda

A alma sufoca revoltada

O corpo entrega-se a uma fraqueza descontrolada

Vive-se em silêncio numa vida pesada.


Habitarás sempre dentro de mim

A tua memória irá permanecer

O teu sorriso faz o meu não desaparecer

Hoje e sempre és o irmão que não irei esquecer.


…Com um sorriso…

Será?

lotus-1700557_1920 (1)

Será este sentir que trago no peito
Que me desarruma o corpo
E me sussurra o pensamento quando me deito
Enquanto me despe o olhar
Desejoso pelo teu corpo albergar.
Será este rasgar que sinto na pele
Desassossego para em ti sossegar.
Será?

São Beijos…

butterflies-4369203_960_720

Importa sentir os beijos
Que caem na pele como desejos
Acordam a memória da alma
Revestem o corpo de calma
Suavizam a vontade entre ir e ficar
Remédio que faz o coração sarar
Palavras ditas com o olhar
Que os lábios deixam tocar
São beijos!