… Tempo …

Quando as palavras não saem

São as lágrimas que caem

Só o silencio me consegue ouvir

E só o coração me pede para não desistir.

Há dias em que o tempo não está para sorrir

Perco o alcance do que tinha alcançado

Procuro-me para me voltar a encontrar

E nesta viagem,

Poemas melhores hão de vir

Acredito que as palavras nem sempre me traem

E o tempo é uma constante

Liberto-me de lugar em lugar.

7 thoughts on “… Tempo …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.