…Era um poema…

Chegou como se viesse do Norte

Dentro da minha imaginação

Vinha bem apresentado e de caracter forte,

Nada fazia prever

Que as palavras que o faziam mover

Eram aquelas que eu gostava de ler.

Senti um trago a paixão

Um silêncio que mostrava o bater do coração.

Segui-lhe os passos

Com os meus sentidos um pouco perdidos

Pousados sob as rimas e os versos que entoava,

Vi o amanhecer dar lugar ao entardecer

Era um viajante com tempo no rosto

Sem pressa de recolher

Era um poema

Como eu gostava de ser!

17 thoughts on “…Era um poema…

    • Olá Fernando
      Agradeço o tempo que dedica às minhas palavras e é bom saber que elas chegam a esse Sul ainda com a capacidade de sensibilizar.
      Quero que saiba que aprecio de forma singular os seus comentários.
      Um abraço e fique bem!

      Gostar

  1. Cada vez que leio a poesia da Fernanda sinto que sou transportada muito delicadamente e como flutuasse. Há qualquer coisa de tão belo e tão sensível na forma como trata as palavras que parece que entram no meu coração. Não sei explicar.
    Um abraço forte.

    Liked by 2 people

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.