Outono

O dia amadurece

Como sendo um fruto,

Um rosto que envelhece

Semente deitada à terra

Colheita que a terra nos oferece.

As horas rodeiam a vida

E a natureza não fica desapercebida

Abre mão à ceifa

Que leva consigo o verão

E num sopro traz o vento

Debulhando o grão da nova estação.

Entre as folhas caídas

E as árvores que ficarão despidas

O olhar permanece

Atento ao desnudar

Que no outono acontece…

8 thoughts on “Outono

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.