… Tranquilidade …

bicycle-3522238_1920

Hoje o silêncio não pousou em mim
Ouço o gemido do corpo
Que balbucia sem fim
Receoso que tenha sido esquecido,
Sente-se confuso e ferido
Abraçado ainda a uma réstia de esperança
De receber a tua tranquila tranquilidade
De silenciares os ecos de tristeza
Que pesam na minha leveza
Quero-te dentro de mim
Silenciosamente
Assim…

 

… Fio a Fio …

wool-143923_1280

Alinhavo o olhar
Traço o sentido do coração
Costuro as linhas do tempo
Debruo ponto a ponto
O caminho que escolhemos caminhar
Dou cor ao respirar
Como se estivesse a entrelaçar
Fio a fio,
O meu amor ao teu.
Assim nascem as palavras
Agarradas aos sonhos
Que não deixam a vida parar.