Entre a noite e o dia

watch-1893395_1280

A noite roubou-me o dia
O sono perdeu-se no escuro
O meu corpo deambula e fantasia
Mostra-se no seu estado mais puro.

O quarto cheira a sonhos acabados de entrar
O coração fecha-se e finge adormecer
As palavras recolhem e param de conversar
O amor penetra na noite até amanhecer.

Ergue-se a madrugada de rosto lavado
A janela abre-se para acolher o sorriso do dia
As insónias vincaram um retrato ensonado
Mas o corpo desperta e veste-se de ousadia.

… A noite devolveu-me o dia…