Amanhã será tarde…

time-2801595_1280.jpg

Amanhã será tarde
Não quero adiar o que trago no peito
Não quero guardar a luz dos dias
Nem esconder o olhar que traduz alegrias
Quero preencher este coração pulsante
Nem que seja por um instante
Dar corda à vida que sustenta este meu jeito
Sentir que o tombar das horas é um destino perfeito.

Amanhã será tarde
Serei levada com o vento
Deixarei as palavras sem movimento
Serei abrigo para a escuridão
Num tempo que escorrega com exatidão
E cai no meu corpo que vagueia sem pensamento
Porque o hoje se perdeu deste momento
E resgatou todos os sentidos para outra dimensão.

Não quero deixar cair o olhar
Nem perder a lucidez de amar
Nesta vida que acolhi
De alguém muito especial a recebi.

Porque amanhã será tarde…