E de repente…

winter-1971085_960_720

E de repente,
Oiço passos que estremecem
Nas ruas frias e molhadas
Folhas e folhas amarelecem
Pela chuva e pelo vento são levadas
Arrastadas pela melancolia
Que o inverno traz ao dia.

E de repente,
Sinto os dias a escurecer
As árvores despidas a tremer
O correr dos passos que arrefecem
Entre as conversas que aquecem
O crepitar da multidão
Que embrulha a pele na nova estação.

De repente
Leve ou levemente,
Teremos o inverno presente…

5 thoughts on “E de repente…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.