Terra Mãe

environmental-protection-326923_960_720

Sento-me a teu lado
Terra que me acalma
Respiro o ar que o teu cheiro emana
Envolvo-me nas tuas cores
Deleito-me na profundidade das tuas águas
Que me lavam as dores e as mágoas.
Como é forte a tua semente
Que brota sobre a gente
Num manto de agasalho
Protetora natureza
Como é possível destruírem a tua beleza?

Terra que me acalma
Sinto a leveza do teu amanhecer
Acordo com o silêncio do teu orvalho
Faço-te companhia
Nas noites que teimo
Ver-te adormecer.
Ofereces-me tanto
Que do tanto que tenho
Não te sei agradecer.

Terra que me acalma
Piso a firmeza do teu chão
Sem sentir a dor da compaixão.
No teu vento esvoaçam beijos
Sons tecidos como desejos
Que prendem o céu ao mar
Onde o tempo parece parar.
Embriagada com a tua pureza
Protetora natureza
Quantas vezes te fazem sofrer
No planeta que temos para viver.
Terra Mãe.