Ser que me dá Ser

mother-and-son-1256829_960_720

Ligados à vida para a vida
Tu que cresces no meu ventre
Filho da minha semente
Pele da minha pele
Amor que germina amor
Renasço com o teu respirar
Ser que me dá ser
Dissipas o grito da minha dor
Assim que te sinto nascer.

Aconchego-te no meu peito
Adormeço-te no meu leito
Guardo-te em mim
Na corrente que nos une
Serei sempre o teu cais
A tua âncora
Ouvirei o som do teu silêncio
Em respeito pelo respeito
De semelhantes não sermos iguais.

És o meu presente
Hoje e serás sempre
Dentro e fora de mim
Haverá sempre lugar
Para te deixar voar
Estendo as minhas mãos
Para te receber no meu ninho
Manto de amor e carinho
Quando entenderes poisar.