Como eu queria…

jose-gonzalez-110670.jpg

Como eu queria
Ter o teu mundo
Perto do meu
Moldar o meu corpo
Para encaixar no teu
Ter um pouco das horas
Que cobrem o teu dia
Ser um pedaço de felicidade
Um doce que alimenta
A nossa cumplicidade
Como eu queria….

Acordar com o teu acordar
Corpos despidos e unidos
Enlear-me no teu coração
Como um ninho de amor
Construído lado a lado
Num bater de asas desenfreado
Ser o teu ponto de luz
No caminho que te conduz
Por aqui ou mais além
Como eu queria
Ir também…

A primavera a chegar

paintbrush-316619_960_720

Suave fragância
Que emana no ar
O cheiro da terra
As flores a desabrochar
A primavera a chegar!

Vou vestir as palavras
Com pétalas de flores
Aromatizar um poema
Pinta-lo de várias cores
Pedir à brisa que o leve
Faça despertar novos amores.

A primavera está a chegar
A alma despede-se da embriaguez
Da pacatez dos dias de inverno
O sorriso alastra no rosto
O sol acorda bem-disposto
O coração abre-se para amar.

Quero germinar dentro de ti
Flor que cresce e enaltece
Metamorfose de desejos
Entre afagos e beijos
De primavera a mulher
Sou de quem bem me quer.

O tempo

pas

Percorro com o tempo
Um longo caminho
Convidou-me a seguir com ele
Para não se sentir sozinho.
Mas quando reparei
Já ele estava distante
Tropecei no passado
E enquanto lá fiquei
Ele seguiu em frente
Ausente de mim
Presente no presente.

… O tempo não corre mas não para
Não destrói nem repara
Não mente nem trai
Não vem nem vai
Não apaga memórias
Não constrói histórias…

O tempo é uma sequência
O decorrer de uma viagem
Limitado pela cadência
Pelo peso e pelo valor
Da nossa bagagem.
A leveza da mente
O saco dos sonhos
O poder do amor
A busca da felicidade
O ir em frente
Viver de verdade.

… O tempo não muda
Mudamos com o tempo
Sempre a tempo
De crescer
De voar
De aprender a amar…

Quando anoitece

tracos-45

Quando anoitece
Mergulho na escuridão
Silhueta a preto e branco
Com a nudez do coração
Quebro as amarras
Que prendem o corpo
O libertam da razão
Para alimentar a paixão.
Procuro a luz da noite
Para soltar os sentidos
Ir ao teu encontro
Pássaros enlouquecidos
Amantes destemidos
Num bater de asas
Alto e profundo
Voamos em sintonia
Até chegar o nascer do dia.