Quem somos?

soap-bubbles-1451092_960_720

Tantas vezes olhamos
Sem ver
Tantas vezes falamos
Sem nada dizer
Tantas vezes tocamos
Sem sentir
Outras vezes escutamos
Sem nada ouvir
Será por conveniência
Ou por falta de essência?

Somos nacos da mesma carne
Seres semelhantes
No nascer e no morrer
Inconstantes
No modo de ser
Viajantes
Com vontade de conhecer
Aprendizes constantes
Da arte de viver.

Somos seres intolerantes
Que nos tornamos distantes
Do valor dos afetos
Somos errantes inquietos
Apenas desejamos ter
Para enaltecer
O que nos falta no ser
Será por conveniência
Ou por falta de essência?

Não somos todos iguais
Somos todos humanos
Uns quantos se tornam banais
Por serem tão artificiais
Vazios e ausentes
Acreditam que são diferentes
Despejam sentimentos
Desperdiçam momentos
Seres meramente superficiais.