Vem comigo

shell-1031296_960_720

Vem comigo
Na corrente que me arrasta
Ata o teu corpo ao meu
Que ondeia ao sabor da maré
No vai e vem das ondas
Ansioso por se encontrar com o teu.
Já fui de norte a sul
Já mergulhei neste mar azul
Agora estou somente à espera que respondas
Se queres sentir este corpo salpicado de areia
Que procura ancorar antes da lua cheia.
O meu pensamento flutua
Como se num sonho embarcasse
Ao encontro de alguém que me amasse.
Estou à espera de te ver chegar
Guardo em mim muito para te dar.
Vem comigo….

As Palavras

book-759873_960_720

Como eu saboreio as palavras
Doces, sentidas ou acarinhadas
As amargas são menos apreciadas
Mas nem por isso deixam de ser palavras.

Gosto das palavras arrumadas
Coloridas e bem ritmadas
Gosto de as escrever bem alinhadas
Para não serem esquecidas ou apagadas.

As palavras são como lâminas afiadas
A alma sangra quando mal pronunciadas
Ao contrário ao ouvido segredadas
Alegram o coração ao serem tão desejadas.